quinta-feira, 12 de junho de 2014

Torcer como sempre... pensar como nunca...




Entre o 8 e o 80 existem 72 alternativas e eu ficaria muito feliz se as pessoas compreendessem isso. Infelizmente me parece que temos duas coisas complicadas no atual pensamento vigente no Brasil. Uma, você tem que ter opinião sobre tudo. Qualquer notícia ou assunto viral que aparece nas redes sociais e você tem que mostrar que está antenado com o mundo e emitir a sua opinião... Sério mesmo? Qual o problema de não se ter uma opinião não formada sobre um determinado assunto? Eu particularmente tenho inúmeros temas com a opinião não formada desde as manifestações de um ano atrás até agora, mas já volto ao assunto. O segundo ponto é a ferocidade com que todos defendem a sua opinião e o pensamento que a sua opinião é sempre a correta e não adianta discutir.

Voltando sobre a falta de opinião formada sobre assuntos: Greve nos metrôs de São Paulo. Em 99% das vezes que conversei com as pessoas, percebi o seguinte pensamento: Se a pessoa é PT, é a favor da greve, se é contra o PT, é contra a greve. O que eu penso? Que não tenho opinião formada sobre, afinal, não sei as condições de trabalho deles, mas pelo salário deles, entendo que eles tem sim direito de fazer greve, assim como eu de não ser a favor dela exatamente por ser uma parcela que ganha muito além do trabalhador normal, o que não significa que eu concorde com a forma como o governador Alckin impôs uma resolução. Não se iludam, com a copa por começar, Dilma deu pulos de alegria ao ver a resolução.

Enfim, chegou a hora da copa e estou triste por não perceber sequer a mesma alegria do povo brasileiro com o evento como em outras copas. Só vejo o povo reclamando e mesmo com a prefeitura lançando uma campanha para premiar a rua mais enfeitada para a copa (o que força-se algo em troca de um prêmio e não é natural como em todas as outras copas) e mesmo assim, cadê as ruas pintadas, as bandeiras?

No fundo, não posso estar feliz com uma copa que desapropriou só em São Paulo cerca de 8 mil pessoas que estão em barrações sem luz, água ou esgoto em função dessa copa. Me desculpe, não era assim que eu imaginei uma copa 7 anos atrás. Eu fiquei feliz e acreditei no trem bala São Paulo - Rio "pelo menos"(Campinas-Rio).

Partindo de um pensamento binário, algum tempo atrás, se você era corinthiano e ptista, era a favor do Itaquerão. Se você era palmeirense e psdbista, era contra e esse pensamento para mim era raso demais, mas aos poucos, surgiram os números entre o 8 e o 80. Juca Kfouri, corinthiano explanou muito bem a sua opinião (assim como a minha de palmeirense) que a copa deveria ser realizada no Morumbi.

Aliás, torcer contra o Brasil para que Dilma não seja reeleita é a saída? Gastar mais água que o necessário para secar tudo de vez e Alckmin não ser reeleito é a saída? Sinceramente eu acho que não.

Como disse o ex-presidente do Palmeiras Luiz Gonzaga Belluzzo ontem para o Terra Magazine que apesar de todos os problemas, não vai misturar as coisas e torcer pelo Brasil na Copa.

Agora a máxima de que o respeito ao próximo é mais do que bem vindo tão falado por todos, precisa ser posto em prática...

Nunca mais do que hoje, isso É APENAS O QUE EU ACHO....

2 comentários: